sábado, 31 de outubro de 2009

Não confunda Açafrão e Açafrão-da-terra











Queridos, essa postagem eu copiei parte do Blog Indiagestão da maravilhosa Sandra. Se nao conhecem, vale muito conhecer! http://indiagestao.blogspot.com

Açafrão

O tempero mais caro do mundo eh o Acafrao produzido no vale da Caxemira, na India.

O Acafrao sao os pestilos da flor Crocus Sativus.

Cada flor da somente 3 pestilos, que apos serem removidos devem ser secos ao sol e guardados em local sem umidade.

Meio quilo de acafrao requer pestilos de cerca de 65 mil flores, o que cobre uma area de 2 (dois) campos de futebol e 40 horas de trabalho para serem colhidos.

O preco, no atacado, de meio quilo de acafrao eh de no minimo US$ 500 (quinhentos dolares).

O preco no varejo chega a US$ 2 mil dolares nos paises ocidentais.

Naturalmente ninguem compra meio quilo de acafrao, que invariavelmente eh vendido em gramas em caixinhas diminutas.

Somente 3 pestilos ja sao o suficiente para dar cor e sabor a 1 xicara de arroz.

Açafrão-da-Terra ou Curcuma

O açafrão-da-terra (Curcuma longa), conhecido também como cúrcuma, turmérico, açafrão-da-índia, açafroa e gengibre amarelo, é uma planta herbácea família do gengibre, originária da India e Indonésia. Dela se obtém uma especiaria de mesmo nome que é o principal componente do tempero do caril ou curry. Sua característica principal é como digestivo e ativador da função hepática.

Da sua raiz seca e moída se extrai o pó, utilizado como condimento ou corante de cor amarela e brilhante, na culinária e no preparo de medicamentos.

A cúrcuma, que em inglês se chama turmeric e em hindu haridra, é um desses temperos com os quais a vida melhora muito. E seu valor medicinal é tão grande que faz toda comida virar remédio.

Seu apelido “açafrão-da-terra” se deve à semelhança da cor da cúrcuma com a dos caríssimos estigmas da flor de açafrão, Crocus sativus, que dão um inigualável aroma e cor amarelada aos pratos com eles preparados na Espanha, na Índia, no Irã.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Blog Action Day - Climate Change - Extinção de Plantas Ayurvédicas


Muito se fala sobre aquecimento global e alterações climáticas. Mas você realmente sabe o que isso quer dizer e como pode afetar a sua vida?

Alteração climática (”climate change”) traduz mudanças de longo prazo no clima de uma determinada região ou planeta. Esta mudança é medida pelas alterações nas características das condições médias meteorológicas, tais como, a temperatura, os padrões do vento e da precipitação, etc.

Ouvimos todos os dias nos jornais e tvs que essa ameaça existe. Porém pouco se faz para mudar a vida das pessoas já que são situações ainda pouco ameaçadoras, pelo processo lento que acontecem.

Mas a ameaça já não esta tão teórica mais. Muitas mudanças são perceptíveis no nosso dia já. Alguns períodos de frio e chuva em épocas que eram secas. Furações e enchentes no sul do nosso país que nao tinhamos relatos até então.

No campo do Ayurveda essas alterações também estão ocorrendo. Recentemente médicos indianos praticantes do Ayurveda se reuniram para discutir o que fazer, já que muitas das ervas medicinais ayurvédicas estão desaparecendo e correndo risco de extinção. Isso compromete a saúde de toda uma população que tem sua medicina tradicional de mais ed 5000 anos baseadas em ervas encontradas naturalmente por todo o territorio da India. Além de mais de 600.000 medicos que utilizam delas no dia a dia de seus consultorios.

'Devido as mudanças climaticas, os habitats naturais estão sofrendo desequilibrios. Por causa disto muitas plantas medicinais estão desaparecendo. Este é um grande desafio para nós.' falou Patil um praticante de ayurveda indiano.

'Para encarar isso, nós precisamos fazer um esforço. Precisamos catalogar essas plantas que estão desaparecendo e mover esforços para replantá-las.' disse o presidente durante ao evento All India Ayurveda Congress.

Isso acontece do outro lado do planeta, mas é um evento preocupante para toda a humanidade. Não só nossos medicamentos ayurvédicos estão sendo extintos. Junto estão caminhando nossas ervas brasileiras amazônicas, muitas ainda desconhecidas.

A natureza é abençoada e nos fornece tudo o que precisamos. Vamos juntos neste dia de Blog Action Day parar para refletir o que cada um pode fazer hoje, e amanhã e depois, para não sermos seres parasitas de um planeta tão belo.

Leia o texto original sobre Plantas Ayurvédicas em extinção:

http://sify.com/news/fullstory.php?a=jkhsacdjjfb&title=Climate_change_affecting_ayurveda_livelihood_of_600_000_doctors
(site em inglês)

Namaste!
Alexandra



segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Acupuntura ajuda a eliminar celulite e gordura localizada

Eletroacupuntura ajuda a combater a celulite e a gordurinha localizada

A técnica milenar chinesa está ganhando mais adeptos para tratamentos na área estética, já que os resultados são bem eficazes. O tratamento que combate a celulite e gordura localizada é conhecido como eletroacupuntura e atua renovando as células e eliminando gorduras e toxinas do corpo. "As agulhas são presas por eletrodos que emitem estímulos suaves e indolores na musculatura. Esses estímulos atuam promovendo a lipólise, ou seja, a autodestruição da gordura", disse a médica estética e acupunturista Elaine Monteiro.

Para obter resultados satisfatórios é necessário que a paciente faça no mínimo dez sessões de eletroacupuntura, que devem ser realizadas duas vezes por semana. Porém, para a psicóloga Helena Araújo, 49 anos, o tratamento apresentou efeito logo na primeira sessão. "Perdi três centímetros na barriga, fiquei muito feliz com o resultado". O efeito foi tão satisfatório que ela decidiu continuar com as sessões durante oito meses, o que lhe rendeu uma barriga bem definida e um enrijecimento dos músculos.

Para Helena, o grande diferencial da acupuntura, comparada com outros tratamentos estéticos, é que ela trabalha a pessoa como um todo, e não apenas uma parte do corpo. Além disso, segundo ela, não existem efeitos colaterais e não prejudica o organismo "O método busca colocar o corpo todo em equilíbrio. Com isso, a pessoa fica mais saudável e eleva sua autoestima", disse a acupunturista.

Porém, é bom lembrar que não existem milagres. Como todo tratamento estético, ela deve ser combinada com hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada e exercícios físicos, para conseguir atingir efeitos mais rápidos e duradouros. "Pela visão da medicina tradicional chinesa, a celulite é provocada por acúmulo de umidade provocada por nossos maus hábitos."

Envelhecimento facial
Além de eliminar celulite e gordura localizada, a acupuntura estética também é eficiente no combate ao envelhecimento facial e em casos de acne, vitiligo e dermatite. O método é semelhante ao usado na eliminação da celulite, porém as agulhas são menores e específicas para a área do rosto.

Helena também experimentou essa técnica na face e conta que teve bons resultados. "De imediato você percebe um preenchimento natural, parecido com um botox. A pele fica bem luminosa, rejuvenesce bastante. Eu também tinha algumas manchas no rosto e elas desapareceram".

Segundo a acupunturista, isso acontece porque a técnica melhora a oxigenação do tecido facial, promovendo uma hidratação melhor do rosto, diminuindo a oleosidade e a redução de rugas, deixando a pele com uma aparência mais jovem.

Venha fazer uma avaliação com nossa acupunturista Luciana Kimie Kato. Possue 3 anos de experiência em Acupuntura e especialização em Acupuntura Estética e Obesidade.

Namaste!

Alexandra Pizzo
Beleza Zen - (18) 3641 6006

sábado, 10 de outubro de 2009

Kyudo e Cerimônia do Chá

Kyudo (弓道) (O Caminho do Arco), é a arte marcial japonesa do tiro com arco. Apesar da sua actual forma ter evoluído, ao longo das últimas décadas, para uma unificação, trata-se da mais antiga arte marcial japonesa, com as primeiras referências históricas a datarem do século VII da nossa era.
Propósitos do kyudo
Na sua forma actual, o kyudo é práticado como uma forma de desenvolvimento da pessoa em sentido integral, através do corpo nas suas componentes física e mental. No Japão muitos arqueiros praticam o kyudo com uma vertente de desporto. Segundo o Manual de Kyudo da Federação Japonesa de Kyudo (ANKF), a verdade do kyudo está na unidade de três princípios, (1) a estabilidade do corpo, (2) a estabilidade da mente e (3) a estabilidade do arco. Dedicar-se e concentrar-se completamente no tiro é, então, um objetivo que está para além do mero acertar o alvo.
O arco foi uma arma de guerra sobretudo entre os séculos XII e XVI. Para além disso, o tiro foi também, e desde os século VI, utilizado em cerimónias de corte. Como arma foi perdendo importância após a introdução das armas de fogo pelos portugueses no século XVI. As escolas de tiro com arco, então existentes, evoluem para formas de tiro onde a ênfase é colocada tanto nos aspectos técnicos e físicos quanto nos aspectos mentais e formais do tiro. A palavra kyudo começa a utilizar-se ao longo do século XVII, a par da designação corrente que ainda hoje subsiste de kyujutsu; é a partir do início do século XX que a designação de kyudo se generaliza.
A partir de 1930 surgiram os primeiros esforços para unificar a prática do kyudo, uma vez que existência de várias escolas, cada uma com várias técnicas e formas de tiro, dificultava a prática conjunta. É em 1934 que surge o primeiro manual de kyudo que propõe um conjunto de princípios comuns. No entanto é só após a segunda guerra mundial, e com a formação da Federação Japonesa de Kyudo, que o objectivo de unificar e normalizar os procedimentos do tiro oriundos das diversas escolas é atingido e aceite no Japão, permitindo o desenvolvimento do kyudo no mundo e estabelecer uma prática comum onde diferentes formas e estilos possam coexistir e atirar em conjunto. Como consequência é publicado em 1953 o Manual de Kyudo (com 4 volumes actualmente), que foi revisto e ampliado em 1971 e do qual existe, para o volume 1, uma tradução oficial em inglês e uma adaptação em francês. Este manual é uma fonte e uma referência para todos os praticantes de kyudo qualquer que seja o seu nível.
A síntese e unificação das diversas formas de tiro pela ANKF fez-se em paralelo com as escolas tradicionais. As tradições de tiro antigas são ainda mantidas e transmitidas em paralelo com o desenvolvimento do kyudo pela ANKF. Cada escola pratica o kyudo através da coexistência das suas formas com as da ANKF.
Alguns núcleos e escolas no Japão mantêm-se à margem da ANKF, evitando por exemplo o uso das graduações em dan, e mantendo estritamente as suas formas tradicionais de tiro.
O arco japonês tem um significado cultural amplo no Japão. A sua utilização não se limita ao kyudo, sendo utilizado no tiro a cavalo (yabusame) e em cerimónias religiosas (shintoísmo sobretudo), nas actividades diárias de alguns mosteiros zen em cerimónias diversas como baptizados e aberturas de torneios de sumô.

Cerimônia do Chá
A cerimônia do chá, conhecida como chanoyu em japonês, é um passatempo estético peculiar ao Japão que se caracteriza por servir e beber o matcha, um chá verde pulverizado.
O desenvolvimento das maneiras cotidianas da maioria dos japoneses tem sido influenciado basicamente por formalidades como as que são observadas na cerimônia chanoyu. Como resultado disso, é costume bastante difundido entre as moças antes do casamento, receber aulas nessa arte a fim de cultivar a postura e o refinamento oriundos da etiqueta da chanoyu.

A cerimônia propriamente dita.
A cerimônia do chá regular consiste:
1. da primeira sessão na qual uma refeição ligeira, denominada kaiseki, é servida;
2. da nakadachi ou breve pausa;
3. da gozairi , a parte principal da cerimônia, onde o chá é servido e
4. da ingestão do usuichá ou chá de textura fina.
Toda a cerimônia leva cerca de quatro horas. Frequentemente, apenas o usuicha é servido, o que requer cerca de uma hora.
As regras seguidas nessa cerimônia são as seguintes:
a) O chá é feito individualmente para cada convidado com duas a duas e meia conchas de matcha. Espera-se que cada convidado beba toda a sua porção.
b) o convidado limpa a parte da tigela que seus lábios tocaram com os dedos da mão direita e, em seguida, limpa os dedos dela com o kaishi de papel.
Depois que o anfitrião retira os utensílios da sala, ele faz uma reverência silenciosa com a cabeça para os convidados, dando a entender que a cerimônia terminou. Os convidados deixam a sukiya, despedindo-se do anfitrião.


Venha saborear conosco uma tarde de cultura oriental!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Breve Curriculum Vitae de Alexandra

Formada Bacharel em Ciências Biológicas pela UNESP de São José do Rio Preto em 1995.

Curso de estética corporal e massoterapia pelo Centro de Estudos de Cosmetologia Aplicada (Valmari) - São Paulo em 1999.

Curso de Shiatsu pelo SENAC São Paulo em 1999.

Curso de Reflexologia Podal pelo SENAC São Paulo em 1999.

Curso de Massagem Ayurvedica com Jaques Delgado em 2000.

Curso de Seitai – Quiropraxia Japonesa com Edvaldo Oliveira da Cruz (divulgador do Seitai no Brasil) em 2000.

Curso de Terapia das Pedras Quentes com Ala Szerman em 2007.

Curso de Formação de Terapeuta Ayurveda (Básico) pelo Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala, São Paulo em 2007.

Curso de Formação de Terapeuta Ayurveda (Intermediario) pelo Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala, São Paulo em 2008.

Curso Avançado de Ayurveda pela Academia Internacional de Ayurveda de Puna – Índia em 2009.

Curso de Herbologia Ayurvédica com Dr. Danilo M. Carneiro no Centro de Yoga Montanha Encantada, em Garopaba - SC em 2009.

Curso de "Drenagem Linfática Manual" ministrado pelo Dr. Leduc pela Ecole de Drainage Lymphatique de Bruxelles, São Paulo em 2009.

Curso de Formação em Anatomia Emocional de Stanley Keleman com Regina Favre e equipe, Araçatuba - SP em 2009.

Nutrição Ayurvedica



Queridos amigos e clientes,


Estamos agendando a vinda de uma Nutricionista com enfase em Ayurveda para a próxima semana.


Leia mais sobre o programa abaixo.


Informações e agendamentos no Beleza Zen, 18-3641 6006.


Namastê!


Alexandra Pizzo


PROCURE A NUTRIÇÃO AYURVÉDICA:
Mais do que cálculos nutricionais, tão importantes, porém não unicamente necessários para o completo entendimento do Indivíduo, mais do que tabelas generalistas que nem sempre traduzem a realidade do que é ser único, mais do que fundamentais macro e micro nutrientes, tão trabalhados na nutrição ocidental e que, não completamente, esboçam a relação da saúde com a sua principal fonte de energia e reabastecimento - os alimentos. Mais do que tudo isso, o tratamento nutricional ayurvédico vem ampliar os benefícios da nutrição tradicional pois preocupa-se com a individualidade de cada ser e é pronta para despertar o instinto de observador e curador interno, levando-o a escolher de maneira natural o que é bom e a buscar um estilo de vida que lhe é próprio.
A Ayurveda, a Ciência da Vida Longa, em especial no contexto da Nutrição Ayurvédica, traz clareza e conhecimento complementares para o que realmente acredito ser o caminho para a saúde e bem–estar integral do indivíduo. Dessa forma, não menos importantes que o conhecimento destes nutrientes nos alimentos, os seis sabores presentes neles, como o doce, ácido, salgado, picante, amargo e o adstringente, juntamente com a capacidade digestiva de cada organismo, o Agni, determinarão o que realmente será aproveitado pelo corpo ao fim do processo digestivo.
Então porque a boa digestão é tão importante?
A eficiência da digestão em quebrar o alimento e absorver os nutrientes determina a qualidade de sua imunidade e da eficiente habilidade de regenerar os tecidos de forma saudável e normal. Se a digestão for fraca ou mesmo forte demais, o organismo não receberá a nutrição suficiente e o corpo se tornará enfraquecido com uma imunidade danificada. Quando o alimento permanece parcialmente digerido no processo da digestão ele se tornará toxina. A Ayurveda descreve esta toxina como um material oriundo do alimento não digerido, sendo tóxico, grosso e pegajoso chamado “Ama”. Ama se mistura com o sangue e a linfa, circula pelo corpo e deposita-se em áreas deficientes ou de fraca imunidade. Se estes depósitos continuarem a receber toxinas, podem causar bloqueios e propiciar doenças nessa área. Por exemplo, quando as toxinas se depositam nas articulações podem produzir artrites, quando localizadas nos pulmões produzem congestão, muco e asma. Manter uma digestão adequada é tão importante quanto comer alimentos frescos e saudáveis, porque mesmo uma dieta saudável pode produzir toxinas se permanecer não digerida no estômago e intestinos.
Experimente a Nutrição Ayurvédica planejada especialmente para você e encontre mais prazer e saúde como você precisa e seu biotipo requer!!!
Inspire-se, encoraje-se e encontre com o seu oriente!!!


Nutricionista Juliana de Borba Percegona– CRN8 1156
Especialista em Nutrição Clínica, Terapêuta Ayurvédica e Mestre Reiki
Atendimento:Beleza Zen (18) 3641 6006
www.acompanheaju.blogspot.com
julianapercegona@yahoo.com.br
Curitiba- PR - Brasil
Você sabia que os sabores dos alimentos não são somente para favorecer o paladar, mas eficientes articuladores na terapêutica médica/nutricional na Ayurveda?
Você sabia que muitas especiarias podem determinar ou aprimorar a relação de nutrição das células junto com a eficácia de seus princípios ativos?
Você sabia que a qualidade da sua digestão está diretamente relacionada com a ausência ou presença de doenças como intolerâncias alimentares, cânceres, distúrbios pulmonares, transtornos digestivos, deficiências imunológicas, entre outras?